Sunday, November 02, 2008

O peso de novembro

Sinto o peso de novembro. Quando lembro, eu me rendo: o ano já passou. Com tanta pressa, tão depressa, mal chegou e já se foi. Aconteceu tanta coisa, e mudou tanto a história que nem lembro na memória alguma coisa que ficou. Passou passado. Passou e nada. Foram dias. Se foram os dias, as estações, muitas semanas, quantos dramas, tanta vida que se foi. Passou passado, sem deixar nenhum passado. Passou e é nada. Passou por mim, que de tão cansado, assisti parado todo tempo a passar.
************
© 2008 - Ronaldo Souza

No comments: