Thursday, October 09, 2008

Poetizar...

Poetizar
******************
Poesia em mim não explode
Como um mal que não eclode
Chega, aguarda, incuba
Machuca, adoenta e sacode

Eu a digiro e sou digesto
Sobram gostos manifestos
De borra, pedaços, restos
Que vomito, sufocante

Noutro tempo, num instante
Em outro dia, num inaudito,
Eu, sem querer, regurgito
E, solto verbos, saem gritos

Assim versos são formados
Que sem querer, poetifico,
E na mensagem, identifico
Eles são a cura de um mal
************************
© Ronaldo Souza - 2007

No comments: