Friday, February 08, 2008

Educar. Educar mesmo?

Um país só atinge a maioridade quando seu povo se educa. Ser educado não é saber ler e assinar o nome, educação passa muito longe do antigo Mobral - Movimento Brasileiro de Alfabetização. Alguém que sai da escola como um analfabeto funcional - que lê, mas não entende patavinas daquilo que leu - nunca irá exercer a cidadania na sua plenitude.

Dizem as más línguas que, apesar de todo o discurso do governo e dos políticos em prol da educação, a intenção é educar, mas não muito. Afinal, um povo educado é muito mais difícil de ser controlado e manejado, iludido por proselitismos e discursos vazios.

Também não parece ser uma questão da falta de recursos, mas de uma gestão competente - e honesta - deles, pois os objetivos atingidos estão muito abaixo se comparado com os demais países. Permanece nosso eterno dilema: sem educação, sem grandes perspectivas.

No comments: