Monday, December 31, 2007

O que posso contar de 2007?

O que posso contar de 2007? Talvez o mais importante seja a possibilidade de ter sobrevivido, de poder estar aqui e agora contando esta história. Canto marra, eu bem sei, escrevo antes que o ano se encerre, considerando essas poucas horas que nos separam do fim do ano como "favas-contadas", embora admita que "para morrer basta estar vivo".

Falando em morte, devemos admitir que este foi um ano mortal, não que nos outros não tenha morrido gente, ou que eu deseje alguma coisa parecida com a ausência de mortes do livro do Saramago, mas este ano foi caracteristicamente catastrófico, tivemos uma série de grandes desastres naturais que ceifaram milhares de vidas - além das sempre contabilizadas pelas estúpidas guerras e pelo terrorismo.

O Brasil, que é o que mais nos importa, continuou sendo o velho Brasil de sempre. Os políticos de sempre, a impunidade de sempre, a corrupção de sempre, as estatísticas e as informações maquiadas de sempre, enfim, quase o fim. Só não é o fim porque eles dormem, e enquanto eles dormem o Brasil se recupera...

Falei do mundo, do país, e que dizer de mim? Sinto que o ano não passou, passeou por mim... Um Feliz 2008 para todos nós!


No comments: