Sunday, November 26, 2006

As Bundas Cantantes

Não me cobrem os nomes, sinceramente não sei, conheço algumas caras e - principalmente - algumas bundas das persistentes imagens difundidas pelos videoclips, uma mistura de pouca música e muita imagem que inventaram pra vender música de segunda. Você já deve ter ouvido que música porcaria foi promovida por video-clip bom; dúvido que tenha ouvido o vice-versa, que videoclip porcaria tenha promovido música boa.

Fenômeno de multimídia, filho ou pai de dvd, o video-clip acrescenta (?) bocas e trejeitos - rebolados? - a música (?) e não deveria atrapalhar, mas acrescentar alguma coisa na coisa em si. Não vamos generalizar, eu sei que só metade dos vídeos é porcaria, trash, mas colocar imagem onde não há música não é questão de acrescentar, mas de substituir o ruim pelo pior. E ruim + pior não é = bom.

Eu não sei vocês, mas já estou cansado de ver caras e bocas e bundas cantantes, fazendo carinha de sexy, vendendo uma imagem que diz: "esqueçam o que eu canto, meu canto é o encanto da bunda!". Nada contra as bundas, que cada coisa tem a sua importância na hora certa, mas, para cantar, ainda sou da antiga, prefiro apostar no talento de uma boa composição e na voz - que não sai das bundas, mas das cordas vocais.

A propósito, é melhor sair desse tema, do "que saí", para evitar um conteúdo, como diríamos, escatológico. Essa é só uma opinião, nada contra os videoclips, nada contra a modernidade, mas tudo contra a encheção do saco alheio. Sei da óbvia necessidade da imagem para divulgar a música na tv, talvez a culpa não esteja nos vídeos, mas nas músicas, sabe como é, música ruim precisa de vídeo apelativo para vender.

1 comment:

Drica said...

Vamos "Filosofar" sobre o assunto.
As bundas, de um modo um tanto quanto 'peculiar' cantam. Não é mesmo?! Talvez seja essa a raiz do problema. São clips feitos para os sons saídos das bundas.
Brincadeira, sei do que estava falando e concordo em gênero, número e grau.
O povo apela muuuuuuuuuuuuito!!
Beijinhos e até!