Tuesday, October 24, 2006

Espetáculo matinal

Eu sei, o tema é rotineiro, repetitivo, mas a beleza está justamente na sua repetição. Outros dirão que eu já tenho idade suficiente para ter me acostumado a ele, afinal de contas, 53 anos não são 53 dias! Pois vou falar do meu encanto, do meu deslumbramento diário com eles, o nascer de cada dia. Não consigo ver o espetáculo com olhos de "já te vi", sempre, para mim, é uma estréia, novo show, novo sabor que se revela quando nasce um novo dia.

O elenco é o mesmo: um lindo céu azulado - ou anilado? - que nem sempre está tão limpo, as vezes se apresenta enfeitado com bolas de algodão; noutros espetáculos veste um manto plumbeo, e até com tons de azul marinho; um sol majestoso, alaranjado, que, iluminando esse imenso palco com facilidade, descortina a cena. E tudo se enche de luz, e tudo se enche de vida, e tudo se enche de cores, matizes.

A cada dia o espetáculo se repete, segue o roteiro divino, perfeito. Eu olho maravilhado para tudo isso e digo: obrigado, meu Deus, por mais um Dia!

1 comment:

Drica said...

Eu ando na 'contramão'. Como não gosto de acordar cedo, faço esse mesmo agradecimento a Deus (pelo dia), só que na parte da tarde!! Adoro o entardecer!! Beijinhos e tudo de bom!