Thursday, June 21, 2007

Mistérios

O assunto é triste, sujo e fedorento, ainda assim talvez um pouco menos do que a realidade brasileira. Muitos irão virar a cara, dizer que o tema é impróprio, a um só tempo em que permanecem impassíveis diante das roubalheiras levadas a efeito pelos nossos políticos, pelos nossos "republicanos" administradores públicos.

Entre os dois assuntos, opto pela merda, fede menos e prejudica idem. Eu discutia há pouco com meu filho sobre a impossibilidade fisica representada pela comida ingerida (Ci) e a quantidade de merda produzida (Mp) pelo meu cachorro. Pelas leis da fisíca, temos que Ci > Mp, ou seja, a merda produzida deve ser menor do que a quantidade de comida ingerida.

Há que se acrescentar a essa equação (ou deduzir) a matéria retirada dos alimentos e que é consumida sob a forma de energia necessária para a manutença da vida do cachorro (Enmv). A equação completa ficaria mais ou menos assim: Ci = Enmv + Mp.

Ocorre que, misteriosamente, no caso do meu cachorro, a merda produzida é maior do que a comida ingerida Mp > Ci (?). Diante dessa constatação ilógica, surgem algumas respostas possíveis: - alguém está alimentando meu cachorro às escondidas; - a lei da conservação da matéria está errada; - meu cachorro está retirando algum alimento do ar.

Alguma sugestão?

No comments: