Tuesday, May 29, 2007

Moro num país tropical...

Porto Alegre amanheceu com o termômetro marcando 3 graus centígrados. Difícil acreditar em aquecimento global com uma temperatura dessas. Saí para o passeio matinal dos cachorros mais tarde do que o habitual, às 8 quando sempre saio às 7:00hs.

Chegando na rua, no primeiro contato com o frio, o corpo imediatamente acusa o golpe: as mãos endurecem - e somente elas! -, o nariz adota a cor do palhaço, fica colorido, exibindo um belo vermelho, dá saudade da cama na hora.

Falar do clima, sei, é chover no molhado - confessando a clara intenção de criar um estúpido trocadilho. Ocorre que aqui, clima não é assunto de quem não tem assunto, é assunto de quem sente no couro o clima, se é que me entendem.

A bela fotografia acima, Frozen Tears de Jim Richey, ilustra com perfeição esse post. Quase dá para sentir o mesmo frio que sentimos quando se olha para ela. Embora seja forçoso reconhecer que frio é uma figura de ficção para muita gente.

No comments: